P&D‎ > ‎

P&D


Os objetivos idealizados para o Projeto GIGA na perspectiva de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), estão orientados pelas áreas temáticas de Redes ópticas e Serviços Experimentais de Telecomunicações. Neste contexto, destacam-se os seguintes temas: Redes Ópticas e Serviços Experimentais de Telecomunicações.

Redes Ópticas


Na linha de pesquisa sobre redes ópticas, o objetivo do Projeto GIGA é desenvolver tecnologias inovadoras em dispositivos, meios físicos e infraestrutura de redes ópticas que permitam a evolução dos sistemas ópticos atuais. Essa evolução está relacionada   a necessidades técnicas dos sistemas, tais como oferta de banda larga, capacidade de transmissão, alcance geográfico, flexibilidade, reconfigurabilidade, melhorias no sistema de alimentação, e a necessidades de mercado, tais como custo, domínio da tecnologia, detenção de direitos de patentes e nacionalização dos produtos.

Os desenvolvimentos propostos visam obter os seguintes benefícios:

  • Transferência de tecnologias de comunicações ópticas desenvolvidas no âmbito  do Projeto a empresas nacionais.
  • Redução de importação de componentes, equipamentos e sistemas para comunicações ópticas.
  • Formação de profissionais qualificados em tecnologias de sistemas ópticos  WDM, redes ópticas reconfiguráveis, redes ópticas de acesso e componentes ópticos.
  • Capacitação em tecnologias de componentes estratégicos, visando maior nacionalização dos equipamentos de comunicações ópticas e maior capacidade de negociação na aquisição de componentes importados.
  • Investimento em tecnologias estratégicas, visando criar um mercado de exportação de componentes e subsistemas ópticos, como já ocorre em alguns segmentos.
  • Abrir janelas de oportunidade de mercado através de novas tecnologias, permitindo a entrada de novos competidores no mercado de comunicações.
  • Domínio das técnicas de produção e uso dos dispositivos ópticos estratégicos para uma melhor capacitação na escolha de soluções e fornecedores, aumentado as margens de negociação da indústria nacional com eventuais fornecedores internacionais.
  • Aumento da imunidade da indústria nacional às políticas externas dos países fornecedores dos equipamentos importados, por meio do desenvolvimento de tecnologias e de fornecedores nacionais.
  • Geração de empregos de perfil tecnológico associado ao crescimento das indústrias nacionais de sistemas e componentes ópticos.
  • Maior colaboração entre universidades, instituições de pesquisa e desenvolvimento e indústrias nacionais na área de comunicações ópticas.
  • Geração de patentes advindas das novas tecnologias de comunicações ópticas.
Serviços Experimentais de Telecomunicações

 

Já na linha de pesquisa sobre Serviços Experimentais de Telecomunicações, o Projeto GIGA pretende, ao longo da segunda fase, realizar um trabalho denominado TV Experimental. O objetivo desse trabalho é pesquisar e desenvolver uma solução completa para distribuição, armazenamento e acesso a conteúdo multimídia interativo em formato televisivo, sobre uma plataforma uniforme de acesso a serviços, considerando camada de transporte IP e radiodifusão, com oferta adicional de serviços de telecomunicações e de governo eletrônico.


Neste caso, os desenvolvimentos propostos visam obter os seguintes benefícios:
  • Sociais
    • A definição de mecanismos para armazenamento e busca de conteúdos digitais interativos permite a criação de repositórios integrados acessíveis ao usuário, criando um acervo que permite tanto preservação como a disseminação cultural.
    • A possibilidade de criação de uma grade de programação voltada a uma comunidade específica e de criação e difusão de conteúdos gerados localmente fomenta a inclusão integral dos indivíduos que podem exercer o papel de consumidor e gerador de informações, fortalecendo a identidade cultural local, suas tradições, crenças e valores.
  • Tecnológicos
    • Convergência nos terminais, nos quais usuários IPTV e de radiodifusão usufruem os mesmos conteúdos.
    • Convergência na rede, uma vez que esta disponibiliza mecanismos facilitadores para o acesso aos serviços e às aplicações, permitindo suporte a diferentes modelos de negócio.
    • Convergência de serviços que possibilitará a entrega dos diferentes tipos de mídia: voz, dados e vídeo através de diferentes tipos de terminais.
  • Mercadológicos
    • A solução apresentada, especialmente o compartilhamento dos conteúdos digitais, atende a interesses, já manifestados, de atores como a TV Câmara, a TV Cultura, TVs educativas regionais e TVs comunitárias.